Durante toda a vida, o ser-humano muda muito. A rotina cotidiana de altera de acordo com a faixa etária, quando criança, as responsabilidades são mínimas, sobrando tempo para muitos afazeres menos importantes e para o lazer. Na fase adulta, as responsabilidades tomam conta da vida, fazendo com que muitas vezes a pessoa se preocupe demais e viva de menos. Na velhice, considerada a melhor idade, a pessoa vive a época de “colher os frutos de seu trabalho”, mesmo que muitas vezes falte disposição para isso.

Por questões de saúde, essas mudanças que ocorrem no decorrer da vida das pessoas devem ser acompanhadas por mudanças de hábito correspondentes. Como na alimentação, atividades físicas e o sono.

Nos últimos anos, pesquisadores e estudiosos constataram que a carga horária de sono deve ser de acordo com a faixa etária do indivíduo, justamente para obedecer às mudanças de rotina que acontecem com o decorrer da vida de cada um.    

Listamos aqui as orientações dos especialistas para carga horária de sono ideal de acordo com a faixa de idade de cada indivíduo.

BEBÊS:

A vida de um bebê é bastante monótona, basicamente as preocupações de uma pessoa nessa idade se resume a comer e dormir. No geral, uma bebê recém-nascido, vai procurar o sono por si só, mas cabe aos pais encontrar forma de auxiliar para que o bebê durma da forma mais confortável e saudável possível. 

O ideal é que recém-nascidos, com até três meses de idade, durmam de 11 a 17 horas por dia. Pode parecer muito, mas dormir pouco nessa idade pode trazer malefícios a saúde do bebê, sem falar na choradeira que só uma criança com sono é capaz de fazer.

Como é necessário manter um horário específico de sono, o recomendado é que seja entre 14 e 17 horas, ou 11 e 13 horas, tudo vai depender da rotina da criança. O importante é que não passe das 18 horas de sono, pois dormir demais pode ser tão prejudicial quanto dormir de menos, ou até mais.

Bebê mais velhos, com idades de 4 a 11 meses, já podem dormir um pouco menos, mas ainda assim o sono deve continuar sendo em grande quantidade.

O ideal, segundo os especialistas, é que o bebê desta idade tenha entre 11 a 15 horas de sono diariamente, podendo variar entre 12 e 15 horas, ou 11 e 13 horas, dependendo da rotina do bebê. Nessa idade, já não é recomendado um período superior a 16 horas de sono, muito menos 18 horas.

CRIANÇAS:

Quando alcançam uma determinada idade, as crianças começam a exercer determinadas atividades, como andar, correr, falar e interagir com o mundo que a rodeia de forma mais complexa. Com isso, o tempo de sono da criança vai diminuir, mesmo que a profundidade do sono seja maior, devido ao cansaço exigido por contas das novas atividades da vida da criança.

Crianças pequenas, com idade entre 1 e 2 anos, podem dormir uma média de 11 a 14 horas por noite. O tempo pode variar de uma criança para outra, mas o importante é que não seja menos 9 horas e nem mais do que 16 horas por noite.

Com idade entre 3 a 5 anos, a maioria das crianças começam a frequentar a pré-escola, que funciona como a primeira grande responsabilidade da vida de uma ser-humano. Nesse período o horário de sono recomendável sofre uma queda significativa, e pode variar de 7 a 13 horas por noite.

 Na idade escolar, que é de 6 a 13 anos de idade, as crianças já estão desenvolvidas o suficiente para começar a dar os primeiros passos rumo às responsabilidades de uma vida adulta. Nesse período a escola e os pais começam a exigir mais das crianças, fazendo com que o tempo fique mais escasso.

Nesse período da vida, o recomendável é que as crianças tenham de 9 a 11 horas de sono por noite.

ADOLESCENTES:

A fase da adolescência é o período da vida em que a pessoa deixa começa a desenvolver autonomia e a fazer suas próprias escolhas para o futuro.

Como a rotina de cada adolescente pode ser única, é difícil recomendar com precisão, mas especialistas recomenda que jovens de 14 a 17 anos durmam em média 10 horas por noite, de forma a não atrapalhar a rotina e nem trazer complicações para a saúde do jovem. 

ADULTOS:

É na fase adulta que a pessoa precisa começar a organizar sua rotina e suas responsabilidades de forma mais independente, mas sem deixar a saúde do sono de lado.

Enquanto ainda jovens, com 18 a 25 anos de idade, as pessoas não devem dormir menos de 6 horas por noite e nem mais do que 10 horas. O ideal seria entre 7 e 9 horas de sono por noite.

Esse horário deve continuar quando a pessoa chega aos 26, mas é muito difícil para algumas pessoas conciliar o trabalho e as atividades diárias com o mínimo de 7 horas de sono por noite.

IDOSOS:

Apesar de muitos idosos terem uma vida mais pacata, os especialistas não recomendam que o possível tempo livre seja aplicado com o sono, pois isso pode trazer problema à saúde do idoso.

O tempo de sono ideal para pessoas com 65 anos de idade ou mais pode variar de 7 a 8 horas de sono por noite.

Orientações como essas podem variar de acordo com as recomendações específicas para saúde de cada pessoa. Por isso, para melhor entender o funcionamento do seu corpo na hora de dormir, é necessário a consulta com algum especialista da área, que podem apresentar recomendações distintas.

Contudo, o que todos os especialistas concordam, é que o item primordial para uma boa noite de sono, é um bom colchão.

Para ajudar a encontrar o melhor colchão para sua forma de dormir, acesse o nosso catálogo e confira nossas promoções.