Também conhecida como viscoelástico, a espuma de efeito memória é um material desenvolvido à base de poliuretano, criado pela NASA na década de 1960 para aperfeiçoar a segurança e o conforto dos assentos das espaçonaves.

Como acontece com muitas tecnologias, depois de algum tempo esse material acabou invadindo as lojas. Atualmente, a espuma de efeito memória é amplamente utilizada na fabricação de colchões e travesseiros agregando propriedades ortopédicas e terapêuticas a esses produtos.

 

MAIS QUALIDADE PARA O SEU SONO

 

espuma viscoelástica se molda ao formato do corpo, o que diminui pontos de pressão, como os quadris, ombros e joelhos. Ela permite que os músculos relaxem e distribui o peso perfeitamente. Assim, ao despertar, você tem a sensação de descanso e bem-estar.

 

Leia também: A importância de escolher colchões com selo do InMetro

 

Os colchões fabricados com essa tecnologia cuidam da sua coluna e proporcionam mais tranquilidade ao sono, pois a espuma de efeito memória garante uma postura correta da coluna vertebral e cervical, auxiliando na circulação sanguínea.

 

PESO X ESPUMA DE EFEITO MEMÓRIA

 

viscoelástico é vendido também em diferentes densidades, se adequando às necessidades de casa pessoa. Certifique-se de que a espuma de efeito memória é de densidade suficiente para suportar seu corpo corretamente. A melhor maneira de saber isso é checar na embalagem a densidade da espuma. Colchões de viscoelástico mais baratos normalmente tem uma densidade de 0.9 a 1.4 kg; os de espuma média de 1.4 a 2 kg; e o viscoelástico de boadensidade acima de 2 kg.

 

Leia também: O que é “densidade” da espuma de colchões

 

A maioria dos colchões de espuma de efeito memória é formada por duas ou três camadas, com o viscoelástico colado a uma camada base de poliuretano. A qualidade da espuma da camada de base, que é usada para distribuir o peso pela armação, também afeta a vida útil do colchão.

Agora que você já conhece os benefícios da espuma de efeito memória, aproveite as vantagens desse material e tenha verdadeiras noites dos sonhos.

Assim como qualquer produto, os colchões também têm tempo de vida útil. Os fabricantes recomendam a troca de colchões de espuma a cada 5 anos e os de molas, a cada 10. Com o decorrer dos anos, esses materiais vão perdendo suas propriedades originais que contribuem para que tenhamos um sono tranquilo e reparador. A maneira como cuidamos dos colchões também influenciam em sua durabilidade. 

 

Leia também: Sinais de que é preciso trocar os colchões 

 

Se o seu colchão já atingiu seu tempo de vida útil, é hora de adquirir um novo. E tão importante quanto escolher um colchão apropriado para as suas necessidades é saber como descartar o colchão velho. 

Então, qual é a melhor maneira de se livrar de um colchão que você não precisa? Confira nossas dicas para descartar seu colchão velho de maneira consciente e responsável. 

 

Contate o fabricante 

Muitos fabricantes já estão assumindo a tarefa de recolher  colchões usados para reciclagem. Tente entrar em contato com o fabricante do seu colchão antigo e pergunte se ele realiza essa tarefa, ou até mesmo o fabricante do novo colchão que você adquirir pode oferecer esse serviço. 

 

Operação Cata-Bagulho 

O Cata-Bagulho é uma ação gratuita, promovida pela Prefeitura de São Paulo, realizada em todas as Prefeituras Regionais, que tem como objetivo impedir que objetos descartáveis como móveis velhos, eletrodomésticos quebrados, pedaços de madeira e metal e colchões sejam depositados em vias públicas, córregos e terrenos baldios, prejudicando a natureza e a conservação do espaço público. A Operação Cata-Bagulho anuncia em seu site as ruas em que suas equipes passarão recolhendo coisas. O colchão deve ser deixado na porta de casa no dia da ação. 

 

Visite um Ecoponto 

O descarte de colchões velhos também é aceito nos Ecopontos da Secretaria de Serviços da Prefeitura de São Paulo. São locais de entrega voluntária de pequenos volumes de entulho (até 1 m³), grandes objetos (móveis, poda de árvores etc.) e resíduos recicláveis. Nos Ecopontos, você poderá se desfazer do seu colchão velho gratuitamente em uma caçamba apropriada para este tipo de resíduo.  

 

Reciclagem Criativa 

Você também pode usar sua capacidade criativa para dar uma nova função ao seu colchão velho. Que tal compor um ambiente personalizado com um charmoso sofá montado com pallets e seu colchão antigo? 

 

Se você gostou das nossas dicas, compartilhe esse texto e conscientiza seus amigos a descartarem colchões velhos e outros objetos usados de maneira consciente e responsável. 

Tudo o que um vendedor precisa saber para alavancar as vendas e acabar com o estoque

Um vendedor de colchões precisa antes de tudo ter em mente que o principal produto a ser vendido é o conforto e a felicidade que o produto irá proporcionar ao cliente. O principal trunfo está em fazer com que o cliente sinta todos os benefícios que terá com a aquisição do colchão.

A única coisa que todos querem é ser feliz. Não há nada melhor que vender um  produto de qualidade para dar às pessoas um boa noite de sono e assim, disposição para iniciar o dia. Venda, em primeiro lugar, o fato de que descansar

e sentir-se feliz, com energia irá melhorar a qualidade de vida.

Confira algumas dicas preciosas para alavancar suas vendas

1 – Em primeiro lugar, sempre se apresente e pergunte o nome do seu cliente. Estabeleça um relacionamento, passando alguns minutos falando sobre as necessidades do cliente.

2 - Não é o produto que é importante para os compradores. E sim o que o produto faz por eles. Mostre o colchão contribui para o conforto e qualidade de vida.

3 – Apresente as informações do colchão concentrando-se primeiro no benefício, em seguida, explique sobre os recursos do produto.

4 - Ensine os clientes a dormir. Aprenda o máximo que puder sobre os benefícios de uma boa noite de sono e também sobre os efeitos nocivos de um sono sem qualidade. Use esse conhecimento para ajudar seus clientes se conectar com o cliente e fazê-lo entender sobre como é importante investir em um bom colchão.

5 – Coloque o foco da conversa na pessoa. Faça perguntas, por exemplo sobre como ela se sente no colchão. Faça o cliente se sentir bem.

6 – Ouça com atenção o que o cliente tem a dizer. Faça pausas, demonstre tranquilidade e reflita antes de responder.

7 - Nunca pergunte quanto o comprador quer gastar e fale sobre as garantias, preço e mais uma vez sobre o conforte que um novo colchão irá proporcionar a vida do cliente.

8 – Envolva o comprador no processo de descoberta dos benefícios do colchão. Oriente a conversa de forma objetiva neste sentido e passe segurança em seus argumentos.

9 – Faça a lição de casa e conheça tudo sobre o colchão. Compreenda as especificações contribuem para o conforto, suporte e durabilidade do produto.

10 - Compreenda que o seu cliente quer um produto que lhe dê um custo benefício interessante.  Ajude a redefinir o valor do colchão reforçando sempre sobre a importância que o sono tem para uma boa qualidade de vida.

11- Prepare-se para lidar com as objeções usando o conhecimento sobre o produto para agregar valor.

12 – Estude sempre sobre benefícios de dormir em um colchão de qualidade e fale sobre isso com propriedade. Pense que seu trabalho pode ajudar as pessoas.

13 - Certifique-se de recomendar que os clientes substituam não apenas os seus colchões antes de se desgastar, mas também os travesseiros e protetores. Demonstre atenção aos detalhes. Não pense em protetores, travesseiros, e roupas de cama como complementos. Use-os para ajudar os clientes a maximizar os benefícios e fale sobre a longevidade do investimento.

14 - Os compradores percebem principalmente o conforto. Cabe a você, vendedor, explicar o suporte e a durabilidade. Ambos contribuem para o custo do colchão e ainda mais para a satisfação do seu cliente.

15 – Faça uma validação do colchão junto ao cliente e o ajude de uma forma leve a decidir pela compra. Diga frases de incentivo. Faça-o perceber que a venda trata-se de um ganha-ganha.

16 - A chave para alavancar as vendas de colchões é entender que os compradores abordam o processo de forma a satisfazer uma necessidade ou corrigir um problema. Através de uma boa conversa, você tem a capacidade de ajudá-lo a querer comprar. Adicione uma pitada de emoção aos seus argumentos. Dê um vislumbre de como a vida pode ser melhor com a aquisição do produto.

17 – Faça anotações sobre suas interações com os compradores. Observe coisas que não funcionam bem para encontrar possíveis soluções, bem como coisas que funcionam e compartilhe com seus parceiros de vendas. Ouça e aprenda com a experiência dos outros vendedores também.

18 - Estude, estude e estude. Treine, treine e treine.  O ponto forte de um vendedor está no seu conhecimento sobre o produto e também sobre o comportamento das pessoas. Esteja sempre apto a expandir suas habilidades como vendedor.

VOCÊ CONHECE OS COLCHÕES HÍBRIDOS? 

Garantir uma noite de sono revigorante é fundamental para a saúde do corpo e da mente. Por isso, na hora de escolher um colchão, vale à pena gastar um pouco de tempo pesquisando. Se você necessita de um modelo que se adapte bem a diferentes corpos e pesos sem se deformar, conheça os colchões desenvolvidos com tecnologia híbrida

 

O QUE SÃO COLCHÕES HÍBRIDOS? 

Os colchões produzidos com a tecnologia híbrida somam o conforto das espumas especiais com a

sustentação das molas ensacadas, oferecendo melhor adaptação para o corpo. Para os casais que buscam mais comodidade na hora do descanso, o colchão híbrido é uma das melhores opções. Os movimentos do seu parceiro não vão prejudicar o seu sono, pois a junção das tecnologias utilizadas na construção do colchão híbrido tornam mais suave o incômodo gerado pelos movimentos do corpo. 

 

ESPUMAS ESPECIAIS 

Para a fabricação dos colchões híbridos, são utilizadas lâminas de algumas espumas especiais. Elas garantem a sensação de bem-estar depois de uma noite de sono, pois preenchem corretamente os espaços deixados pela curvatura do corpo. Conheça as principais espumas utilizadas na fabricação dos colchões híbridos

 

Látex 

A espuma de látex tem a capacidade de retornar à sua forma original rapidamente após uma pessoa deitar-se sobre ela. Essa borracha é obtida das seringueiras e passa por um processo de vulcanização antes da confecção do colchão

 

Viscoelástico 

O viscoelástico foi desenvolvido pela NASA para absorver choques e tensões. Essa espuma também começou a ser utilizada no mercado de colchões, oferecendo diversos benefícios, como o alívio da pressão corporal, a sensibilidade à temperatura e o toque hipoalergênico. 

 

Espuma de alta resiliência (HR) 

Também conhecida como espuma HR, a espuma de alta resiliência tem como principal característica o alto poder de retorno ao seu estado inicial após ser pressionada, o que garante mais conforto e maior durabilidade ao colchão

 

Soft

As espumas Soft oferecem sensação de conforto gerada pela sua maciez e elevada resiliência, reduzindo pontos de pressão. Elas também oferecem recuperação rápida ao formato original em relação às tradicionais. 

 

MOLAS ENSACADAS 

Já a função das molas ensacadas é permitir os movimentos individuais sem causar inconveniência ao parceiro. O sistema de molas ensacadas oferece suporte e resistência para pessoas de biótipos diferentes porque a pressão sofrida por uma mola não irá interferir nas demais, ou seja, se uma pessoa se mexer de um lado da cama, o sono da outra pessoa não será atrapalhado porque ela não sentirá. Exatamente por manterem uma pequena distância entre uma mola e outra, a vibração é menor. 

Leia também: Problemas que podem ocorrer com o uso errado de colchão

Atualmente o que não falta são variedades em todos os setores e itens não é mesmo, variedade de carros, celulares e até mesmo de colchões. E é diante dessa variedade de colchões que quando seu cliente vai comprar ele acaba ficando em dúvida, então como você poderia indicar para ele o melhor colchão. Confira aqui neste artigo.

            Vale ressaltar que o colchão é um dos itens mais fundamentais dentro de uma casa, isso porque de acordo com um estudo do IBGE, uma pessoa de 71 anos acaba passando cerca de 23 anos dormindo, por isso tem-se que escolher um colchão de qualidade e que seja o ideal para você.

            O primeiro passo a se fazer é saber quais os tipos de colchões que se encontram disponíveis no mercado, e eles são: colchões com molas ensacadas, colchões de mola bonnel, colchão com espuma de memória e o colchão de espuma.

            Vamos começar com a opção mais vendida no Brasil que é o colchão de espuma, ele é o modelo mais barato, praticamente todos os tipos de pessoas se dão bem com esse tipo de colchão, eles acabam sendo mais duradouros e arejados.

            Já a outra opção bacana é o colchão com espuma de memória, ele ficou famoso após o lançamento daqueles chamados travesseiros da NASA, onde a espuma acaba se deformando e logo após ele recupera a forma. Essa espuma é viscoelástica e sensível a temperatura, por este motivo não é recomendado o uso deste colchão por pessoas que sentem muito calor.

            Esse tipo de colchão acaba se moldando ao corpo, o que acaba por distribuir o peso do corpo de uma forma igualitária. Além disso ele evita que a pressão possa agir sobre regiões sobressalentes como quadris e joelhos, além disso, ele serve para evitar formigamento e também dores.

            Outro tipo comum de colchão é o de molas bonnel, ele é um colchão de molas do tipo econômico, onde as molas são interligadas, podem ser usados em colchões de solteiro, o problema de usá-lo para um colchão de casal, é que ele acaba sendo muito sensível a qualquer movimento. Em contra partida ele é um colchão que confere molejo ao corpo, permitindo que a coluna fique em uma posição agradável.

            A última opção de colchão seria o colchão com molas ensacadas, eles são um dos mais confortáveis atualmente no mercado, o fato das molas serem ensacadas conferem maior durabilidade ao colchão, além disso ele deixa o corpo mais alinhado, excelente para pessoas que tem problemas de coluna, mantendo-a em uma posição confortável.

            Bom, agora que você sabe um pouco mais sobre cada um dos modelos de colchão, no que eles ajudam, ou no que eles atrapalham, acaba ficando mais fácil de conseguir auxiliar o seu cliente na compra.

            Converse com o seu cliente e veja quais as atuais necessidades dele, ou se ele possui algum problema de coluna e afins, desta forma você poderá indicar a ele qual o melhor tipo de colchão disponível para ele. Pois uma noite bem dormida é fundamental.